A importância dos Mentores

Mentores são muito importantes na vida de qualquer pessoa. O mentor é um conselheiro, um guia, alguém em quem você confia e que lhe dá orientações profissionais e/ou pessoais. Pode ser seu pai, sua mãe, algum amigo, colega ou um profissional especializado como um psicólogo ou um consultor. Não importa quem, mas você precisa de um mentor.
Escrevo sobre este assunto porque a maioria dos profissionais simplesmente ignora esta matéria, principalmente empresários e altos executivos. Ignoram por nunca terem recebido, talvez, esclarecimento mínimo sobre a importância do tema.
Vamos para a lógica: seja você quem for, você julga que é a pessoa que mais sabe no mundo sobre sua área de atuação profissional, sobre métodos e sobre atitudes adequadas para sua posição ou para outras que você almeje?
Logicamente você respondeu “não” para minha pergunta. Se respondeu, “sim”, você é doido, deve parar imediatamente de ler este artigo e ir se tratar com um médico.
Sendo uma pessoa que precisa de desenvolvimento contínuo, como qualquer outra, você precisa de ajuda para evoluir: livros, visitas, viagens e… um MENTOR.
Se precisar de um mentor, você deve definir o perfil: deve ser uma pessoa que você respeita pela postura e pelo conhecimento prático e teórico, que você gostaria de imitar em muitos aspectos, deve ter reconhecida integridade e sucesso, alguém que goste de você e que esteja disposto realmente a ensiná-lo. Em resumo, alguém difícil de encontrar.
Uma vez definido o perfil e identificada a pessoa, vá atrás do seu mentor “com tudo”. Pague, alugue, corra atrás, sei lá, mas mantenha contato frequente com ele. Mostre-se interessado e faça com que você represente uma pessoa interessante para ele. Ouça com atenção suas orientações, faça planos de ação para implementá-las na sua vida, transforme o que julgar necessário em padrões e crie indicadores para medir sua evolução e a eficácia do seu mentor.
Uma só obrigação depois desta leitura: convença-se que você deve eleger oficialmente quem são seus mentores. Não subestime a importância destas figuras na sua vida profissional.
E para terminar: este assunto é tão desconhecido que até mesmo os mais experientes head hunters não orientam seus clientes para que coloquem no currículo quem são ou quem foram seus mentores. Eles são mais importantes até do que as instituições de grife onde você fez seu MBA. Seu futuro empregador, por exemplo, poderá ter informações muito mais detalhadas do seu perfil através do seu mentor do que simplesmente sabendo que você fez uma MBA na escola de negócios A ou B.
Paulo Ricardo Mubarack

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *